Google Chrome vai bloquear o Flash por padrão a partir de 01/09/2016

Data para a morte do plugin de animação está cada vez mais próxima

A equipe do navegador Chrome, do Google, anunciou que suas novas versões bloquearão o plugin Flash Player por padrão. Assim, quando abrirmos um site pelo Chrome que possui Flash, aparecerá um alerta e pedirá a permissão para abertura da animação no site. Até 01 de Setembro de 2016,  ele deixará de reproduzir sites que ainda usam o Flash.

Aviso sobre flash desatualizado no Firefox

Aviso sobre flash desatualizado no Firefox

O plano, de nome “HTML 5 por Padrão”, pretende dar prioridade ao uso do HTML 5, incentivando desenvolvedores de sites a preferirem esse tipo de programação.

Em 2010, Steve Jobs, criador da Apple, já previa o fim do Flash, e por isso optou por não tornar Iphones e Ipads compatíveis. Ele estava certo em sua previsão!

O navegador Firefox já mostra uma mensagem pedindo que autorize o uso do Flash caso o plugin não esteja 100% atualizado na máquina do cliente, veja imagem de exemplo ao lado.

Portanto, sites que utilizam o Flash- considerado como tecnologia defasada e com um nível de segurança baixíssimo- necessitam ser modernizados, atualizados, acompanhar os novos tempos.

Afinal, que usuário gosta de abrir um site e este não ter seu carregamento completo?  E que cliente gosta de não ser encontrado em uma busca simples no Google?

Além disso, o Google ainda indexa sites que possuem Flash, mas não sabemos por quanto tempo, já que sua morte está decretada.

Atualize-se, desenvolva um novo Site conosco hoje mesmo!

  1. Um site desatualizado tem seu posicionamento rebaixado nas buscas do Google;
  2. Um site não responsivo (não adaptado a uma versão mobile) perde – e muito- sua relevância nas pesquisas;
  3. Sites “pesados” e lentos são rebaixados nas pesquisas;
  4. Sites não otimizados, ou seja, sem técnicas que auxiliam no posicionamento orgânico do Google (SEO),  estarão prejudicados nas pesquisas, distanciando sua empresa de quem procura o serviço que oferece.
O-fim-do-flash

O fim do Adobe Flash está próximo

Mundialmente, a rejeição ao Flash é enorme, aos poucos até mesmo os gigantes das redes sociais não terão como exibir qualquer conteúdo em Flash, como YouTube, Facebook, Amazon, entre outros.

O Google tratou da forma mais prática: proibir sua exibição automática em seu navegador. É mais um passo em direção ao fim do suporte ao Flash. No ano passado o Google deixou de reproduzir anúncios em Flash, assim como o Mozzila/Firefox também.

Não deixe para última hora, entre em contato agora mesmo e confira que temos uma opção para criação de um site que cabe no seu bolso – aguardamos seu contato!

ALGUNS MOTIVOS PARA O APOIAR O FIM DO FLASH PLAYER

  • INVASÃO de hackers

    Principal alvo dos problemas de segurança, o Flash contém muitas brechas para ataques cibernéticos. E o navegador web é o mais exposto à situações maliciosas, toda vez que um site é visitado.

  • ULTRAPASSADO

    A tecnologia do Flash é obsoleta. Até a Adobe encerrou o uso do editor Flash Professional e já tem um substituto, o Animate.

  • ENERGIA E PROCESSAMENTO

    O Flash consome muita energia, principalmente porque utiliza muitos recursos de processamento na navegação.  O HTML 5 promove uma melhor experiência no carregamento da página e menor consumo de energia. Em notebooks, também deverá aumentar a duração da bateria.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *