Quando pensamos em interatividade nossa mente costuma vagar por coisas que podemos tocar, algo interativo como um quebra-cabeça, mas passando para o digital a interatividade pode tomar diversas formas jamais imagináveis, podemos ter desde textos interativos até vídeos interativos, cada um tendo uma maneira diferente de abordar a pessoa que está em contato com essa.

Com textos interativos podemos criar algo que gere comentários e curiosidade nas pessoas, assim elas estariam diretamente em contato com aquilo e participando da discussão gerada por esse texto, também é possível fazer enquetes diversas, a partir de textos ou até imagens mesmo, uma enquete que pergunte, você prefere “tal coisa” ou prefere “tal coisa”, esses tipos de posts sempre tem uma visibilidade grande, porque mesmo que uma pessoa não tenha muito tempo durante o dia dela para ler um texto extenso, ela ainda pode demorar trinta segundinhos para responder um post no facebook.

Agora falando de interatividades por meio de vídeos existem várias maneiras de tornar algo interativo, onde a pessoa assistindo tenha que ter alguma ação relacionada ao vídeo, facilmente por meio de um vídeo no youtube podemos pedir para a pessoa assistindo acessar um link que está na descrição, até se inscrever e curtir o vídeo também, também é possível ter uma pergunta no final do vídeo que faça as pessoas comentarem respondendo essa pergunta.

A utilização dessa interatividade na sua empresa pode ser muito útil, tanto para conseguir pessoas interessadas no seu negócio quanto para ter uma conexão maior com os clientes que você já possui, afinal é extremamente importante você demonstrar um certo cuidado com seus clientes, uma preocupação, eles são quem faz sua empresa continuar rodando.

Quando estamos criando nosso negócio uma das primeiras coisas que aparece em nossa mente depois de decidir um nome e como tudo vai funcionar é qual vai ser a aparência da marca, muitos optam por ter uma logo, que é apenas um desenho que representa seu negócio da melhor forma, mas outras pessoas acabam escolhendo uma logotipo, que é a mistura de uma logo, marca, com uma tipografia, ou seja, é uma letra desenhada, talvez junto com um desenho, ou apenas letras estilizadas.
Muitos pagam um artista para que esse crie uma letra do zero para a própria empresa, outras pessoas estilizam fontes já existentes, mas decidir entre um ou outro é uma tarefa difícil, primeiro é necessário ter em mente o que você quer transpassar para os clientes com sua logotipo, se é uma empresa alegre, séria, se é focada na classe baixa, média ou alta, se vão ter muitas cores vibrantes, ou se vai ser algo mais neutro.
E depois disso muitos testes ainda vão ser feitos entre designer e cliente, muitas opções aparecem algumas muito boas, outras nem tanto assim, mas chegar em um comum acordo é difícil, sabemos que o trabalho de um designer é colocar a imaginação de seu cliente no papel de maneira organizada e bonita, mas nem sempre os clientes aceitam muito bem o que o designer está querendo passar.
Também é difícil trabalhar com um cliente que tenta fazer coisas com a própria marca que para os olhos do designer pode acabar mudando todo o conceito da empresa, uma conversa extensa com um bom briefing pode ajudar com esse problema e manter sempre a mente aberta é ideal, saber que o profissional estudou para saber como transmitir certas emoções através de imagens.
Depois de passar por todas essas etapas fica extremamente mais fácil achar a logotipo que encaixa com seu negócio, uma marca que consiga chamar mais a atenção que os concorrentes, mas da maneira correta.

Nos dias de hoje que o e-commerce e as redes sociais estão crescendo sem freio, ter o seu negócio implantado na era digital é algo extremamente necessário, se seus concorrentes estão fazendo isso, deveria fazer o mesmo, mas não precisa copiar, ache sua própria maneira de interagir nesse mundo online, existem diversas plataformas que podem ser utilizadas para desde vendas até simples demonstração de portfólio.
Temos o website que pode ser criado para que toda a informação necessária sobre o seu negócio seja feita com destreza, é necessário saber onde colocar cada assunto e como abordá-los de uma maneira que seu cliente entenda.
Temos o Facebook, que já foi comentado anteriormente, esse que facilita o contato direto com a clientela, sabendo o feedback positivo ou negativo dos mesmos, deixando assim uma possibilidade maior de melhora em seu negócio.
Temos o Instagram, uma plataforma ainda em teste para a área de negócios, se sua clientela for da idade adequada comparada aos usuários do “Insta” não existem problemas em utilizá-lo para divulgação tanto de produtos, quanto de portfólio, sabendo que o público dessa rede social é de adolescentes à jovens adultos podendo agregar pessoas dos 15 aos 25 anos.
Existem outras milhares plataformas que podem ser utilizadas para o seu negócio, o ideal é ver no que ela se encaixa, podendo focar até em redes sociais que são viradas para vídeos, como o Youtube, ou o Vimeo, mas é extremamente necessário o entendimento de clientela e produto antes de aplicar sua empresa na era digital, onde essa se encaixaria? É mais útil postar apenas fotos? Ou postar anúncios e promoções é a melhor maneira de ajudar seu negócio?
Assim que conseguir essas respostas tudo fica mais fácil e com a ajuda de alguns especialistas a implantação de sua empresa na internet não é difícil ou complicada, mas apenas trás muitas novas oportunidades de negócios.